Pinte Bem
Exportação de tilápia é o destaque da semana segundo a Secretaria de Agricultura do Paraná.
23-10-2020 16:19:51
Segundo o analista do Deral Edmar Gervásio, nem o Brasil nem o Paraná têm tradição nas exportações de peixes. Mas, acredita, a piscicultura tende a crescer nos mercados interno e externo.



A exportação de tilápia é o destaque do Boletim de Conjuntura Agropecuária do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento. O documento semanal traz um raio-x da situação das principais atividades agropecuárias do Estado.

O Paraná está exportando o pescado para os Estados Unidos. A Copacol, uma das maiores cooperativas do Estado, iniciou a internacionalização dessa atividade com um projeto comercial piloto. Depois de abatida, a tilápia paranaense pode ser encontrada 48 horas depois nas gôndolas de supermercados de Miami.

Segundo o analista do Deral Edmar Gervásio, nem o Brasil nem o Paraná têm tradição nas exportações de peixes. Mas, acredita, a piscicultura tende a crescer nos mercados interno e externo. Em 2019, o País gerou US$ 198 milhões em divisas com exportações de pescados, a maior parte das regiões Norte e Nordeste do País.

O analista acrescenta que o Paraná não soma exportações significativas, mas observa-se o início da participação nesse comércio internacional nos últimos dois anos, o que representa a abertura de uma janela de oportunidades para produtores paranaenses. No ano passado foram exportadas 195 toneladas e neste ano o Paraná já exportou 345 toneladas de peixes até setembro, gerando uma receita de US$ 603 mil.

“O mercado de pescados é competitivo e nossos custos de produção são altos, o que torna nosso produto pouco atrativo no mercado internacional, quando comparado aos dos grandes players, principalmente de pescados de captura”, disse o Gervásio.

 

Fonte: Tudo Politica . Ass. Com. AEN. SEAB-PR

 

 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Portal Tudo Política não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário